Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As Contas de Deus

Um blogue, alguns números ... opiniões, a Palavra vivida, ... em Missão !!! EVANGELIZAR !!!

As Contas de Deus

Um blogue, alguns números ... opiniões, a Palavra vivida, ... em Missão !!! EVANGELIZAR !!!

A fita, e o grande CORAÇÃO

2015-10-04 10.03.11.jpg

Agora que iniciaram as aulas, o Tiago entrou no 5º ano (2 ciclo), e já possuiu o seu cartão de acesso à escola, registos, etc.

De forma a não perder o dito cartão, adquirimos aquelas pequenas capas plásticas para o guardar e levei do meu trabalho uma fita para assim ele o prender ao pescoço, arrumando posteriormente na sua mochila.

Dei-lhe então a fita e ele lá anda todo contente… com o seu cartão devidamente acomodado.

Acontece que 1 dia liga-me na vinda da escola:

T: “Pai, trazes-me outra fita?

Eu: T. tu já tens uma … não posso estar a levar mais pois as fitas são para uso interno aqui no meu trabalho… o T. insiste: mas eu preciso pai … ok vou ver e depois em casa falamos!”

Enfim … lá levei outra fita.

Vim a saber para que seria a dita fita… afinal não era nenhum capricho seria para 1 colega que estava numa situação delicada. Ora vejamos, esse colega chora bastante encontra-se com graves problemas de adaptação inclusivamente já está a faltar a tempos letivos…

O Tiago através da fita, quis ir ao encontro desse colega entregando-a ela seria sinal de amizade seria ainda sinal que a escola é importante, que nela pode e será feliz!

Queria assim dar-lhe um pouco de si … queria usar de misericórdia para com ele!

… corrigindo os que erram (obra de misericórdia espiritual)

Eu e a mãe por diversas vezes que falamos, já lhe conhecíamos esta sua qualidade, já lhe vislumbramos UM GRANDE CORAÇÃO, generoso e preocupado…

Nós, cristãos, seja qual for nossa vocação ou ministério, idade ou cultura, lugar ou espaço, temos de ser vitrinas da misericórdia divina, onde Deus se faz perdão e paz e felicidade, fazendo ver isso mesmo aos outros.

Queremos ser verdadeiros rostos de misericórdia?

2015_AP_015.JPG

 

 

Peregrinar ! …

Dentro de breves dias vou (vamos) meter-nos numa “alhada” …

Melhor dito vamos fazer-nos à estrada, pelas encruzilhadas dos caminhos e rumar ao Santuário da Cova da Iria.

Eu e a Jacinta decidimos desinstalar da rotina diária e sair até à casa da Mãe.

Para mim será assim a 1ª vez que o faço a pé, a caminhar … a Jacinta já o fez, com as dificuldades trazidas pelas bolhas nos pés, mas conseguiu, e diz que de facto são experiências únicas, ímpares!

Sabemos da alteração às rotinas pois coisas vão ficar por fazer, os pequenos entregues a outros cuidados, mas enfim está decidido!

Será assim uma oportunidade rica, sabendo do esforço árduo que o corpo sentirá mas depois no fim o reconfortante que será a chegada ao santuário… Não será este paralelo que vivemos até chegar a Ele?

Vou sem qualquer “promessa” mas aceito, respeito, e encorajo quem, numa hora de aflição vira o seu olhar para a ternura da Mãe de Deus, a fim de obter D`Ela e de JC o devido amparo…

Caminharei a pensar nos problemas vários desta nossa sociedade, nos problemas nossos e de outros, levarei todos na mente e no coração.

Levarei ao “Altar do Mundo” as preocupações, as angustias e a dor.

Levarei ainda a minha gratidão por tudo o que me é dado a viver.

No “Altar do Mundo” somos acolhidos, todos, sem aceção pois somos os seus filhos muito amados.

Aqui deixarei também os ecos desta peregrinação em próximos posts ….

IMG_2172.JPG

 

…” Não separe o Homem o que Deus uniu...”

O evangelho deste domingo 04 Outubro 2015 vai “tocar-nos” ao coração!

Lembro-me bem do meu casamento, quem não se lembrará do seu…

Ele é o DIA, onde se festeja com a família e amigos, a grandiosidade de se dar a OUTRO, começando uma vida nova!

Claro que é um dia mágico e que deve ser preparado com todo o fervor. No entanto não deixa de ser 1 dia … de uma vida cheia deles!

Sabemos que viver em comunidade é sempre desafiante e difícil.

Viver um casamento diria que é o mesmo, acrescentando ainda que não podemos voltar costas.

Afinal são 2 seres (muitas vezes bem diferentes) a partilhar tudo o que é de 1…

Não devemos ter a pretensão de querer mudar o outro, devemos sim complementar-nos, aceitar o outro e assim enriquecer a vida de cada um!

Enfrentar as dificuldades juntos, resolver problemas com diálogo, enfim lutar para o bem comum aos 2… caminhando lado a lado sempre no mesmo sentido!

Encontrar no outro um porto de abrigo, um confidente, uma mão, um olhar, um sorriso!

Sim isto é a verdadeira ALIANÇA.

Se porventura em algum dia a vontade de desistir surgir, é importante lembrar também que DEUS está metido ao “barulho” …

Ele nos seus maravilhosos planos, JUNTOU-NOS!

Bem sabia Ele que iriamos ser muito mas muito + felizes juntos!

UM COM OUTRO!

Saida da Igreja 1.JPG

 

Pág. 3/3